Ethereum (ETH): Problema de transferência

Uma das criptomoedas mais populares é Ethereum, considerada a oponente mais próxima do Bitcoin. Esta criptomoeda tem excelentes argumentos para ser uma das mais populares como Blockchain sólida, bom valor e alguma estabilidade, além de ser compatível com muitas outras moedas e carteiras.
Quando temos Ethereum, provavelmente queremos movê-lo de uma carteira para outra, seja para ter um melhor controle, vendê-lo ou usá-lo como moeda de troca. É por isso que aqui vamos falar sobre um dos problemas mais comuns ao fazer transferências ETH.

➡✨ Transferências por contrato inteligente

Antes de falar sobre esse erro comum, devemos saber que um Smart Contract é um programa de computador que permite programar e automatizar certos acordos. Basicamente é como se programássemos a transferência de criptomoedas ou a compra como se fosse uma publicação nas redes sociais.
O problema é que nem todas as carteiras operam com contratos inteligentes, pois algumas ainda não têm a capacidade de automatizar. Isso é algo que muitos usuários, por ignorância ou omissão, esquecem ao fazer uma transferência como a ETH.
Quando você faz uma transferência de uma carteira para outra e uma delas não aceita o contrato inteligente, você terá um problema porque suas criptomoedas foram embora, mas não chegarão. Isso fará com que eles permaneçam em uma espécie de limbo dentro do sistema, embora sejam capazes de se recuperar.
Perder suas moedas por este erro é muito comum em iniciantes, então evitá-lo é muito importante. Dessa forma, você não terá que passar pelo processo lento e complexo de tentar devolver suas moedas Ethereum. Se você é iniciante, é melhor continuar lendo isso que temos para você.

ethereum

➡✨ Como evitar a perda de minhas criptomoedas Ethereum em uma transferência?

Se você não deseja que suas moedas fiquem flutuando no espaço cibernético entre a Carteira e a Carteira, é importante que você leve em consideração os seguintes pontos. Assim, você não terá que sofrer o lento processo de recuperá-los.

  • Descubra como funcionam as carteiras: EÉ muito importante que, antes de fazer qualquer transferência, você verifique como as Carteiras funcionam e se eles, por exemplo, aceitarem um Contrato Inteligente. Assim, você pode evitar a transferência de sua ETH por um método incompatível com a Carteira. Você pode descobrir isso no próprio site da plataforma.
  • Leia os avisos: Muitas plataformas lançam avisos antes de fazer uma transferência, isso a fim de notificar os usuários sobre riscos potenciais, como o fato de que a Carteira não usa o Contrato Inteligente. Ignorar esses avisos sem lê-los é algo que você nunca deve fazer.
  • Investigue: Finalmente, você deve saber que conhecimento é poder, então pesquise tudo que puder sobre como o Smart Contracts opera, As transferências e plataformas Ethereum irão ajudá-lo muito. Assim saberá como reagir a um aviso ou erro na transferência.

➡✨ E se houver uma falha na transferência do Ethereum?

Se você lançou o Contrato Inteligente e acabou de perceber que ele não foi bem-sucedido devido à incompatibilidade com a Carteira, então você deve saber que nem tudo está perdido. Ao contrário de errar o endereço, nenhum bloco foi gerado aqui, então as criptomoedas não foram perdidas.
Em vez disso, eles estão vagando em um limbo do qual temos que recuperá-los para devolvê-los aos nossos cofres. O complicado está no processo que deve ser feito manualmente.
Este processo manual pode ser um pouco complicado porque temos que ver onde as criptomoedas foram deixadas e tentar recuperá-las. Outra desvantagem é que o processo pode ser muito demorado, podendo levar até meses, embora também possa ser rápido, em questão de horas.
Algumas carteiras oferecem a opção de guias ou suporte técnico para este processo de forma a torná-lo muito mais fácil. Embora, como dizem os especialistas, seja melhor prevenir do que remediar, então se você não quiser passar por todo esse processo, é melhor ter cuidado ao transferir Ethereum.

ethereum

➡✨3 dicas para transferir Ethereum

  • Reveja como as carteiras funcionam

O primeiro conselho que podemos dar é uma revisão completa de como a Carteira funciona e que tipo de transferências podemos fazer. Isso para não se surpreender ao enviar ou receber token.
Por exemplo, verifique se a Carteira pode aceitar ou lançar contratos inteligentes (Contrato Inteligente) ao mover seus tokens de um lugar para outro. Isso evitará a surpresa de que sua transferência não tenha sido bem-sucedida e o processo de ter que recuperar a moeda perdida.

  • Acompanhe cada parte do processo

Um erro muito comum do iniciante é fazer a transferência, mas não dar seguimento, basta iniciar e pronto. Este é um erro que não devemos cometer, pois confiar em nós mesmos que ele chegará pode significar que, por descuido, não poderemos recuperar nossas criptomoedas se o envio falhar.
Recomendamos que você acompanhe de perto a remessa, bem como faça anotações e tenha um controle de cada movimento de suas criptomoedas. Desta forma, se ocorreu uma falha na transferência do Ethereum, você saberá onde estava o erro.

  • Conheça o Ethereum

Finalmente, recomendamos que você preste muita atenção ao Ethereum, como ele funciona e o que está por trás dessa criptomoeda. Isso o ajudará muito não só na hora de fazer transferências, mas também na hora de escolher uma carteira e até mesmo na tomada de decisões de investimento.
Ethereum é uma das moedas virtuais mais importantes que, junto com o Bitcoin, lutam pelo novo mercado de criptomoedas. Portanto, vale a pena investigar o máximo que puder sobre o Ethereum, em quais plataformas você pode encontrá-lo e quais são as carteiras onde você pode hospedá-lo e transferi-lo para evitar problemas.

Eduardo lopez

Eu sou Eduardo López Martínez, nasci em Madrid, Espanha e tenho 48 anos. Sou jornalista e faço parte da equipe Brokersdeforexconfiables.com. Quer saber um pouco mais sobre mim? Convido você a ler minha biografia.

Editor e Copywriter

Deixar uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.